Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Correios encerram serviço e-Sedex por conta da crise financeira

Por conta da crise financeira, os Correios anunciou nesta quarta-feira (30), o fim do serviço exclusivo de comércio eletrônico e-Sedex.

“O e-Sedex tem preço de PAC (serviço convencional) e qualidade de Sedex. Isso é ter a liberdade de ser solteiro com o conforto de casado”, disse o presidente dos Correios, Guilherme Campos Júnior.

Os franqueados já preveem queda de receitas e prometem recorrer à Justiça para que o produto continue a ser comercializado. Segundo a Associação Brasileira de Franquias Postais (Abrapost), o e-Sedex responde por 30% do faturamento das lojas.

 

Comentário

commentários