Foto: reprodução
Foto: reprodução

Ex-ministro, Gilberto Gil está sendo investigado pela CPI da Lei Rouanet

Após muitos artistas se envolverem na polêmica captação de recursos destinados a cultura, agora, Gilberto Gil está na mira da CPI da Lei Rouanet que investiga empresas e pessoas que utilizaram verbas de forma indevida.

De acordo com a colunista Heloisa Tolipan, do ‘Jornal do Brasil’, o ex-ministro da Cultura de Lula, Gilberto Gil captou R$ 800 mil para um evento privado patrocinado pela Nextel “só para convidados”, como a própria empresa admitiu. Segundo consta, a benesse é vedada pelo artigo 2º da Lei Rouanet.

Para o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), que continua atirando na CPI da Lei Rouanet, Gil “burlou a lei”, tornando o caso “gravíssimo”.

Com isso, um requerimento já foi apresentado para convocar cantor a prestar esclarecimentos na CPI.

Procurada, Gilda Mattoso, responsável pelo relacionamento de Gil com a imprensa, não se manifestou.

Por Inf. Baiano

Comentário

commentários