Foto reprodução

Salvador e Vitória da Conquista têm cesta básica mais cara da Bahia

Uma pesquisa divulgada pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI) afirma que, em setembro de 2016 a cesta básica sofreu aumento em Salvador e Vitória da Conquista. Já em Ilhéus e Itabuna houve uma redução no preço.

Na capital baiana, a cesta passou a custar R$ 332,76 em setembro, representando um acréscimo de 0,6% quando comparado com o mês de agosto de 2016. Dos 12 produtos que compõem a cesta, seis registraram variações positivas: tomate (23,6%), café moído (2,6%), arroz (2,5%), Leite pasteurizado (1,0%), açúcar cristal (0,4%) e manteiga (0,1%). Por sua vez, seis registraram variações negativas: carne bovina (Cruz Machado) (-0,8%), farinha de mandioca (-1,4%), óleo de soja (-1,8%), pão francês (-2,4%), feijão rajado (-3,2%) e banana da prata (-14,8%).

Já em Vitória da Conquista, a cesta básica sofreu um aumento de 1,09%, comparado com o mês de agosto, passando a custar R$ 338,21 em setembro de 2016. Ilhéus teve uma redução de 1,83% no preço da cesta básica, em relação ao mês passado, e passou a custar R$ 367,25 em setembro de 2016.

Em Itabuna, a cesta passou a custar R$348,19 no mês de setembro, uma redução de 0,18% em relação ao mês anterior. Dos itens que compõem a cesta básica, o tomate registrou o maior aumento de preço, seguido por arroz e açúcar.

A cesta básica é composta por 12 produtos (feijão, arroz, farinha de mandioca, pão, carne, leite, açúcar, banana, óleo, manteiga, tomate e café).

 

Comentário

commentários