Foto divulgação
Foto divulgação

Suíca lamenta a tragédia com avião da Chapecoense que vitimou mais de 70 pessoas

O vereador de Salvador, Luiz Carlos Suíca (PT), emite nota de pesar e lamenta a tragédia com o avião da equipe da Chapecoense, que vitimou cerca de 76 pessoas, entre jogadores, tripulantes, coordenação técnica e jornalistas, na madrugada desta terça-feira (29). “Uma tragédia que abala todo o mundo. Lamentável que isso tenha acontecido com um time que vem em ascensão e tinha mais uma página de sua história para viver nesta quarta na final da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional. Meus pêsames para os familiares e amigos dessas pessoas”, declara Suíca.

No avião que levava o time da Chapecoense estavam 81 pessoas a bordo, sendo 72 passageiros e nove tripulantes. O avião era um British Aerospace 146, gerenciado pela companhia boliviana Lamia. Ele teria desaparecido do radar e feito um pouso forçado, devido a uma falha elétrica, em Cerro Gordo, nas proximidades da cidade de La Unión. A aeronave havia decolado de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, e tinha como destino final o município colombiano de Medellín, onde a Chapecoense disputaria a partida.

As equipes de imprensa que estavam no avião eram das emissoras Fox e Globo, além de canais de rádio. Suíca lembra ainda que alguns dos jogadores, técnico e comentarista que estavam no avião da Chapecoense atuaram na Bahia, nos clubes Bahia e Vitória, como os jogadores Ananias, Cleber Santana, Thiego, Arthur Maia, o treinador Caio Jr, e o comentaria Mário Sérgio. “Não temos palavras para externar essas perdas irreparáveis. Força para todos os sobreviventes, que agora lutam pela vida”, completa o edil petista.

Comentário

commentários