Foto reprodução
Foto reprodução

Temer lamenta tragédia com time da Chapecoense e decreta luto oficial de três dias no país

O presidente Michel Temer decretou  luto oficial de três dias no país, na manhã desta terça-feira (29),  por causa do acidente envolvendo o time da Chapecoense. Na qual chamou de “hora triste” a tragédia com o avião que transportava o time da Chapecoense para Medelín, na Colômbia, e ofereceu assistência do governo federal aos familiares das vítimas.

No comunicado, que também foi publicado na página pessoal de Temer no Twitter, o peemedebista informou ter acionado o Ministério das Relações Exteriores e a Aeronáutica para prestar todo o apoio possível às famílias.

O avião que transportava a delegação catarinense caiu na Colômbia deixando 76 mortos. Em comunicado oficial, Temer ainda lamentou a tragédia e disse que o governo está colocando à disposição todos os meios para auxiliar os familiares e que a Aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados.

“Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras, expresso minha solidariedade”, disse o presidente na nota. “Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível. A Aeronáutica e o Itamaraty já foram acionados”, completou Temer, informando ainda que “o governo fará todo o possível para aliviar a dor dos amigos e familiares do esporte e do jornalismo nacional”.

Já o governo de Santa Catarina emitiu nota dizendo brevemente que “lamenta profundamente a tragédia com a delegação da Chapecoense, jornalistas e tripulação do voo”. “Solidariedade às famílias”, completa o comunicado.

A equipe viajava para Medellín, onde disputaria as finais da Copa Sul-Americana, contra o Atlético Nacional, nesta quarta-feira (30) à noite. A segunda partida seria em Curitiba.

Comentário

commentários