Data de Hoje
15 June 2021

​Salvamar recebe novos equipamentos para agilizar resgates nas praias

A Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), começa a receber novos equipamentos indispensáveis aos serviços de orientação e salvamento realizados pelo órgão, que opera em toda a orla marítima de Salvador. Dentre os itens recém-chegados estão trajes de mergulho, respiradores, máscaras, capacetes e acessórios para garantir o deslocamento dos profissionais durante o trabalho. Em processo pré-licitatório, a piscina de treinamento localizada na sede do órgão, no bairro de Patamares, será totalmente requalificada dando maior qualidade à preparação dos agentes. A piscina possui dimensão semiolímpica (25 metros) e tem cerca de 1,5 metro de profundidade.
 Novos Equipamentos Salvamar (Patamares) - Agecom - Evilânia Sena - 21.08 (1) Novos Equipamentos Salvamar (Patamares) - Agecom - Evilânia Sena - 21.08 (4)
A Salvamar já recebeu um motor de popa (25 HP), 12 pranchões de longboard, 10 trajes de neoprene, 10 cintas com itens para auxiliar o resgate, 10 coletes salva-vidas, 10 capacetes, 10 respiradores e 10 máscaras de mergulho. Para a próxima semana são esperadas ainda 30 máscaras de bolso – para respiração artificial (respiração boca-a-boca) -, 100 nadadeiras, mais 12 pranchões e 30 salsichões. O órgão conta com 253 funcionários entre os setores administrativo e operacional. No total, são 200 salva-vidas atuando em 35 postos espalhados nos 28 km da orla marítima de Salvador – do Jardim de Alah até Ipitanga, na divisa com Lauro de Freitas. O grupamento conta ainda com quatro postos móveis percorrendo toda a região diariamente, além de servir de apoio para eventos do município.
Novos Equipamentos Salvamar (Patamares) - Agecom - Evilânia Sena - 21.08 (6) (1) Novos Equipamentos Salvamar (Patamares) - Agecom - Evilânia Sena - 21.08 (8)
De acordo com o chefe do setor de Salvamento, Ricardo Henrique, com a proximidade do verão e o consequente aumento do número de pessoas nas praias da capital baiana, quanto mais equipados estiverem os agentes do órgão, maior será a possibilidade de garantir o bem-estar e a segurança dos frequentadores destes espaços públicos. “A chegada dos equipamentos é de extrema importância porque são itens que sofrem desgaste e precisam estar em ótimo estado para que a equipe possa garantir um atendimento eficaz. Os novos materiais, juntamente com a reforma da piscina, geram impacto direto na preparação dos profissionais para que estejam sempre aptos a realizar ações de resgate e salvamento nas praias da cidade”, diz.
Facebook Comments