Data de Hoje
28 October 2021

Foto: Reprodução/Mirror

Foto: Reprodução/Mirror

Mulher teve o parto dos dois bebês, mas apenas um deles pôde ir para casa

Uma mãe britânica teve que passar por uma difícil decisão para tentar salvar a vida de um de seus gêmeos durante sua gestação. De acordo com o jornal Mirror, Dwynwen Davies, de 30 anos, descobriu durante um exame que uma de suas filhas tinha contraído uma síndrome.

Dwynwen teve a opção de fazer uma transfusão de sangue no útero, que poderia permitir que Marta sobrevivesse, mas, por outro lado, poderia causar a morte do irmão gêmeo, Cadi. A mulher pensou muito, e decidiu não optar pela transfusão, rezando para que Marta sobrevivesse por um milagre. Mas, infelizmente, a menina morreu na semana 28 de gravidez. Cadi nasceu sete semanas depois, por cesariana.

A mulher teve o parto dos dois bebês, mas apenas um deles pôde ir para casa. ”Eu não podia arriscar perder os dois bebês – eu tinha a esperança de que Marta iria sobreviver sem tratamento. Foi uma decisão terrível de se fazer, mas como os médicos aconselham contra uma transfusão, eu sabia que tinha feito o certo”, relatou Dwynwen.

Ainda segundo o jornal, Dwynwen contraiu uma síndrome na creche que ela trabalha. O Parvovírus B19 que ela pegou pode causar anemia grave em bebês durante a gestação. ”Eu sou extremamente sortuda pois tenho Cadi, mas isso não impede meu luto ou alivia minha dor de perder um filho,” disse a mãe.

Facebook Comments