Data de Hoje
26 July 2021

Vereador acusa prefeito de impedir obra de R$ 1,2 milhão

O vereador e líder da oposição na Câmara, Gilmar Santiago

exemplo do que faz com a Embasa, o prefeito ACM Neto está impedindo que o governo do Estado inicie as obras de requalificação e reforma urbana no Nordeste de Amaralina e Santa Cruz. Além de não liberar o alvará autorizando as obras, o prefeito anunciou uma intervenção na quadra da Nova República, que está no pacote do governo. A denúncia foi apresentada pelo vereador Gilmar Santiago (PT), líder da oposição na Câmara Municipal de Salvador. “Por que o alvará ainda não saiu, depois de mais de três meses da assinatura da ordem de serviço e agora o prefeito anuncia uma obra no mesmo local e com um valor menor, prejudicando a comunidade?”, questiona Gilmar. A obra do governo está orçada entre R$ 700 mil e R$ 1,2 milhão, enquanto a da prefeitura, que prevê apenas a quadra, ficaria em R$ 150 mil, quase cinco vezes menos. Há cerca de três meses, o governo, por intermédio da Conder, lançou ordens de serviço para obras de requalificação de praças, quadras esportivas, finais de linhas de ônibus e centros comunitários em três áreas cobertas por Bases Comunitárias de Segurança. As obras, no valor total de R$ 5,1 milhões, fazem parte do Pacto Pela Vida e também incluem Fazenda Coutos, no Subúrbio Ferroviário, e Calabar/Alto das Pombas. Na Praça Nova República serão construídos quiosques, parque infantil, quadra coberta, área de convivência, jardim e a sede da associação de moradores. Nos finais de linha de ônibus, o projeto prevê paisagismo, substituição do asfalto, regularização dos passeios e mais pontos de ônibus. Com cinco linhas que terminam na Santa Cruz e sete, no Nordeste, falta espaço para a manobra dos ônibus, o que provoca congestionamento e transtornos para moradores e comerciantes.

Facebook Comments