Data de Hoje
28 January 2022
Foto reprodução

A favor da vida: Lorena Brandão pede bloqueio de páginas sobre o Baleia Azul

A vereadora Lorena Brandão (PSC) apresentou na Câmara Municipal de Salvador, segunda-feira (24), projeto de indicação que pede o bloqueio de páginas relacionadas ao jogo Baleia Azul, que tem levado crianças e adolescente, em sua maioria, ao suicídio. Ela também solicitou à procuradora-geral de Justiça do Estado da Bahia, Ediene Lousado, a suspensão de todas as citações ao jogo no Facebook e de todas as redes sociais em que há associação ao Baleia Azul.

Para Lorena, a atitude de bloqueio tem que ser imediata, já que existem casos suspeitos no Brasil e na Bahia, mais precisamente no município de Juazeiro, onde uma menina de 15 anos cometeu suicídio e foi achada com cortes no corpo, característica comum de quem participa do joga, na Ponte Presidente Dutra, ligação com Petrolina. 

“Isso vai muito além de um jogo, é um crime. Não podemos permitir que pessoas decidam pela vida e retirem a mesma de crianças e adolescentes que se entregam a esta situação. Peço também que os pais tenham mais atenção com seus filhos e fiquem atentos aos sinais deste jogo. É fundamental também que eles saibam o que nossos jovens estão vendo e participando na internet. Não vamos descansar até que todas as medidas cabíveis para os donos deste atentado à vida sejam tomadas”, alertou.

No projeto de indicação, Lorena Brandão diz que é obrigação do estado “garantir a integridade física e psíquica de todo e qualquer cidadão” e que é dever constitucional do Ministério Público “a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis”.

O jogo – O Baleia Azul foi lançado, segundo registros, na Rússia e se espalhou pela Europa até chegar no Brasil este ano. O desafio do mundo virtual tem 50 níveis e incentiva ao suicídio e à automutilação, já tendo causado vítimas em oito estados do país.

Facebook Comments