Data de Hoje
3 August 2021
Foto divulgação

Absurdo: Homem é preso por estuprar menina de onze anos por 15 dias

Um homem identificado como Gilvandro Silva dos Santos, de 28 anos, foi preso pelo crime de estupro de vulnerável na tarde desta terça-feira (12/9), na cidade de Varzedo, a 30 Km de Santo Antônio de Jesus e a 211 Km de Salvador.

Após aliciar uma menina de 11 anos, oferecendo um celular de ‘presente’, atraiu a mesma para sua casa, em Laje, onde passou a conviver com a criança como se fossem marido e mulher, mantendo relações sexuais diariamente por aproximadamente 15 dias.

Preocupada com o desaparecimento da filha, a mãe da garota procurou a Delegacia de Varzedo, em um primeiro momento, para registro da ocorrência. Depois, ela informou que a menina teria sido levada por Gilvandro. O delegado acredita que a informação foi passada à mãe por testemunhas.

Com a denúncia, equipes das polícias Civil e Militar chegaram à casa do suspeito, onde também encontraram um simulacro de arma de fogo e uma motocicleta com chassi raspado. A polícia também investiga se Gilvandro tem envolvimento em assaltos na região.

Gilvandro foi preso durante uma operação conjunta entre as polícias Civil e Militar de Varzedo. Com o acusado foram apreendidos um simulacro de arma de fogo calibre .38 e uma moticicleta Honda CG Fan 125, com placa afixada DPK-0975 e chassi raspado. Em consulta ao Detran, foi constatado que a placa se refere a um veículo Yamaha YBR 125.

 ABSURDO: Homem é preso por estuprar menina de onze anos com quem mantinha 'casamento' há 15 dias

Foi ainda apreendidA uma outra motocicleta, com placa DZP-6210, também com o chassi “raspado”. À polícia, o acusado alegou que a moto pertence a um comparsa, que também será investigado pela Polícia Civil de Varzedo.

Gilvandro Silva dos Santos vai responder pelos crimes de estupro de vulnerável, receptação e adulteração de sinal de veículo automotor e está preso a disposição da Justiça.

 A criança terá acompanhamento psicológico, segundo informou o Delegado Adilson Freitas, substituto na Delegacia de Varzedo, quem acompanha o caso.

Foto Divulgação- PC

Facebook Comments