Data de Hoje
17 October 2021

ACM Neto pulveriza e filia pupilos para “cercar” siglas aliadas

Além de arrumar a vida de vereadores, suplentes e lideranças que ensaiam candidaturas para a Câmara de Salvador em 2016, o prefeito ACM Neto (DEM) tem mais um pepino para descascar: a sua vice. As articulações do chefe do Palácio Thomé de Souza versam na acomodação de aliados políticos em partidos próximos que compõem o seu arco da aliança. Comenta-se nos bastidores da Casa Legislativa, que Neto pretende cercar as siglas com “homens de confiança”, porém, a tese de que estes seriam “espiões” foi negada por um interlocutor próximo ao democrata. “A relação é muito mais amena”, disse.
O recente anúncio de Guilherme Bellintani no PPS deixa a tese mais certeira. Neto colocou Silvio Pinheiro no Solidariedade; Bruno Reis no PMDB; faz a ponte para Luiz Carreira ingressar no PV e João Roma e Paulo Souto ficam onde estão, na mesma agremiação que ele.
Somente quem fica na sobra das apostas é o vereador licenciado e chefe da Limpurb, Tiago Correia. O prefeito bem que tenta, mas não consegue simpatia dos cardeais do PSDB para o ingresso do futuro ex-petenista na legenda, fato gerador de uma contenda ainda interminável. Além de verem como um nome de peso que pode atrapalhar a eleição do presidente do Poder Legislativo soteropolitano, Paulo Câmara (PSDB), alguns tucanos enxergam a tática do alcaide como aquela de “colocar um espião de sua confiança” dentro do ninho, já refutada por fonte do Bocão News.
O certo é: quem não tinha partido agora tem e se soma à corrida pela vaga na chapa majoritária. Até junho do ano que vem muitas águas vão rolar e o reflexo desses “novos” ingressos dos aliados terá seu peso futuro.
Facebook Comments