Data de Hoje
5 August 2021
Foto arquivo Click Notícias

 ACM promete processar deputado Solla apos acusações sobre dinheiro encontra em apartamento de Geddel

O prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) acionou seus advogadas para mover uma ação contra o deputado federal Jorge Solla (PT), que em discurso afirmou que os R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) seriam usados em sua campanha ao governo do Estado, no próximo ano.
“Acionei ontem mais advogados. Solla já responde a um processo meu. Será mais um contra ele. É um parlamentar que deveria estar trabalhando, mas está assacando contra a honra de pessoa séria. Ele é uma pessoa desequilibrada”, assinalou nesta quinta-feira (6), durante reinauguração Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Mata Escura, no final de linha do bairro.
Em seu discurso no plenário, na quarta-feira (5), o parlamentar criticou a conivência do prefeito com o seu aliado peemedebista. “Quem sabe quanto desse dinheiro não era para fazer campanha ano que vem pra tentar fazer ACM Neto governador? Mas o dinheiro sumiu ACM Neto, sumiu Geddel, não vai ter financiamento empresarial pra vocês ano que vem, vai ter é cadeia. Espero que, pela primeira vez, a justiça seja feita”, disse Solla.
Na oportunidade, o deputado destacou que mesmo com as graves provas contra Geddel, ACM Neto não só mantém a aliança política, como premiará o aliado com a prefeitura em 2018, quando provavelmente sairá candidato a governador do Estado e deixará o vice, Bruno Reis (PMDB), comandado a capital baiana por dois anos.
– Durante a Operação Tesouro Perdido, deflagrada pela Polícia Federal, nesta terça-feira, foram encontrados cerca de R$ 42,6 milhões e US$ 2,7 milhões (R$ 8,4 milhões) em malas apreendidas em um apartamento que seria utilizado como “bunker” pelo ex-ministro Geddel Vieira Lima. A ação é desdobramento de outra investigação, sobre fraudes em liberações de empréstimos na Caixa, a Cui Bono. O trabalho de contagem durou mais de 14 horas e sete máquinas foram usadas. Segundo a PF, esta é a maior apreensão de dinheiro em espécie da história. Fonte: Bocão News
Facebook Comments