Data de Hoje
24 January 2022

Advogada de Marcelo Piloto foi executada por brasileiros no Paraguai, diz jornal

O chefe de segurança pública da cidade de Pedro Juan Caballero, Teófilo Giménez, informou que a polícia do Paraguai possui a informação de que os assassinos responsáveis pela morte de Laura Casuso, advogada de narcotraficantes, são brasileiros. A informação é do jornal paraguaio “ABC”. Ela atuava na defesa dos narcotraficantes Jarvis Chimenes Pavão e Marcelo Piloto.

Câmera de segurança registra momento em que um dos assassinos atira na advogada Laura Casuso
Câmera de segurança registra momento em que um dos assassinos atira na advogada Laura Casuso Foto: Reprodução / Jornal ‘ABC’

De acordo com Giménez, os investigadores acreditam que três ou quatro criminosos estão envolvidos no assassinato. Eles seriam brasileiros porque o veículo utilizado, um Toyota Hilux, provavelmente foi roubada no Brasil, informou o comissário Teófilo Giménez.

Laura Casuso não tinha um colete à prova de balas e estava em uma reunião quando, ao sair do local para atendeu a um telefonema, foi abordada por um assassino que atirou diversas vezes. Oito balas atingiram o corpo da advogada.

Laura Casuso, advogada de Marcelo Piloto, foi morta por assassinos brasileiros, diz jornal do Paraguai
Giménez também disse que da área onde ocorreu o incidente é fácil fugir para o Brasil. “Está a 400 metros da linha internacional”, disse ele ao jornal. Além disso, ele disse que o crime ocorreu às 19h45 e não às 18h11, como visto nas imagens de câmeras de segurança.
Facebook Comments