Data de Hoje
18 October 2021
Foto: Mara Silvany/ Click Notícias

Aladilce acredita que apreensões não resolverão problemas do Uber em Salvador

O impasse com a vinda do serviço de transporte por aplicativo Uber para Salvador, continua. O prefeito ACM Neto e o secretário de transporte Fábio Mota decretaram ilegalidade do serviço e prometeram acionar o Ministério Público como forma de combate. Dois veículos foram apreendidos na última semana.

O Uber vem sendo alvo de represálias e protestos, não só em Salvador, mas em todo o país. Em São Paulo, os motoristas estão trabalhando sem gravata e, em alguns casos, pedem para os passageiros ocuparem o banco da frente para disfarçar a corrida.

Em entrevista ao Click Notícias, a líder de oposição na Câmara, Aladilce Souza (PCdoB), considera a vinda do aplicativo como uma concorrência desleal com os taxistas que pagam suas taxas, porém, a situação pode não ser resolvida com apreensões. “É preciso chamar a Câmara Federal para este debate. A situação não pode ser resolvida de forma simplista. É preciso ampliar as possibilidades de discussão que o Uber está provocando”, debateu.

Nossa equipe recebeu a denúncia de uma leitora que prefere não revelar a identidade, sobre um posto de saúde localizado na Fazenda Grande do Retiro no qual tem abastecimento insuficiente de remédios. Aladilce afirmou que irá ao local com uma comissão de saúde para apurar a denúncia.

Felipe Freaza/ Click Notícias

Facebook Comments