Data de Hoje
1 December 2021

Alvo de polêmica, Entidade Metropolitana ainda não se reuniu em 2015

Alvo de polêmica entre o governo do Estado e a prefeitura de Salvador em 2014, pouco antes da eleição estadual – quando o governador Jaques Wagner pediu ao prefeito ACM Neto que suspendesse a licitação de ônibus da cidade -, a Entidade Metropolitana da Região Metropolitana de Salvador não realizou nenhuma reunião em 2015. A informação foi confirmada  pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur). De acordo com a pasta, “o secretário Carlos Martins assumiu a pasta em janeiro e ainda estuda algumas alterações no regimento atual da entidade para convocar um novo encontro”. A falta de movimentação não é só da entidade. A Ação Direta de Constitucionalidade (Adin), movida pelo Democratas contra o grupo, também – ainda – não deu resultado nenhum – como confirmou o presidente do DEM na Bahia, deputado federal José Carlos Aleluia, ao BN, por meio de sua assessoria. Apesar do marasmo funcional que envolve a entidade, a prefeitura de Salvador e o governo da Bahia garantem ter interesse um no outro dentro do colegiado. “É um assunto que pode ser retomado a qualquer momento”, afirmou, em entrevista ao Bahia Notícias, nesta quinta-feira (23), o secretário-chefe da Casa Civil municipal, Luiz Carrera. Ainda de acordo com Carrera, os dois poderes têm debatido temas em comum sem dificuldade, “como o BRT, licenças da Embasa, e mais recentemente o Metrô”. A Sedur, por sua vez, também sinaliza ter “total interesse na participação de todos os municípios da RMS na entidade metropolitana, inclusive Salvador”. Apesar dos afagos, a entidade que foi criada, entre outras coisas, para debater a mobilidade na RMS, permanece parada

Facebook Comments