Data de Hoje
6 December 2021

Amanda Nunes atropela vice-campeã olímpica no UFC e declara: “Estou pronta

 

Amanda Nunes finalizou Sara McMann ainda no primeiro assalto

 

Depois de uma edição bombástica no Rio de Janeiro, o UFC levou sua estrutura para a pacata cidade de Nashville (EUA) neste sábado (1º), quando promoveu combates interessantes e que devem movimentar alguns de seus rankings oficiais a partir da próxima atualização.

 

Que o diga Amanda Nunes, sétima colocada entre os pesos-galos (61 kg) que finalizou Sara McMann no primeiro round, então número quatro do mundo e ex-desafiante ao cinturão de Ronda Rousey. Com o resultado, a baiana de 27 anos anotou seu quarto triunfo no evento diante de apenas um revés e se consolida como uma das grandes forças da divisão.

A luta

 

Melhor em pé desde o início, Amanda sobrou com sua movimentação de pés que não apenas confundiu a adversária, que não encontrou distância segura para golpear, como anulou as precisas quedas da vice-campeã olímpica de luta greco romana. Com a faca e o queijo na mão, a brasileira mostrou mais cautela do que o habitual e abriu caminho para a vitória com um belo knock down.

No chão, seu ‘ground and pound’ fez de Sara uma presa fácil até que ela virasse de costas e oferecesse o mata-leão que deu cabo do confronto ainda na etapa inicial. Nome forte da categoria, Amanda mandou o recado ao final do combate.

“Estou pronta, vamos fazer isso. Talvez eu seja a próximo, eu estou pronta”.

‘Homem-Ambulância’ ataca de novo

Vice-campeão do TUF 17, reality show onde ganhou o singelo apelido por mandar seus rivais para o hospital, Uriah Hall segue alternando bons e maus momentos no octógono. Mas, ao menos neste sábado, sua estrela voltou a brilhar diante Oluwale Bamgbose.

 

Sem tomar conhecimento do rival, Hall aproveitou uma tentativa de chute de Bamgbose e chutou sua perna, o desequilibrando. No chão, o americano tratou apenas de ligar o ‘ground and pound’ para liquidar a fatura ainda no primeiro assalto.

 

Golpes baixos

 

O duelo dos desesperados entre Chris Camozzi e Tom Watson foi equilibrado e truncado, mas ao final de três rounds o freguês de Ronaldo ‘Jacaré’ se redimiu e voltou a vencer no octógono. Por sua vez, o inglês Watson anotou o quarto fracasso nas cinco últimas apresentações, o que o deixa próximo de ser cortado do show.

O ponto curioso do combate ficou por conta do derrotado que aplicou golpes baixos em duas oportunidades, fato que terminou por lhe custar um ponto além de vaias e constrangimento diante do público que esperava por um confronto mais emocionante

Lutas velozes

Os primeiros combates realizados em Nashville contaram com apresentações velozes e dinâmicas, típicas de um card preliminar recheado por atletas em busca de afirmação no show e, claro, que também estão de olho nos prêmios bônus de performance da noite (no valor de US$ 50 mil para cada um dos quatro felizardos).

 

Estreante no UFC, o meio-pesado (93 kg) Jonathan Wilson mostrou o porquê de estar invicto no MMA ao nocautear o mais experiente Chris Dempsey ainda no primeiro round, em 50 segundos. Com o triunfo, seu cartel perfeito anota sete vitórias seguidas.

Nas duas primeiras disputas da noite, o equatoriano Marlon Vera e o dono da casa Scott Holtzman garantiram as vitórias por finalização sobre Roman Salazar e Anthony Christodoulou, no segundo e terceiro rounds, respectivamente.

Confira os resultados oficiais até o momento:

Amanda Nunes finalizou Sara McMann no 1º round;

Ray Borg venceu Geane Herrera por decisão unânime;

Uriah Hall nocauteou Oluwale Bamgbose no 1º round;

Chris Camozzi venceu Tom Watson por decisão unânime;

Dustin Ortiz nocauteou Willie Gates no 3º round;

Frankie Saenz venceu Sirwan Kakai por decisão dividida;

Jonathan Wilson nocauteou Chris Dempsey no 1º round;

Marlon Vera finalizou Roman Salazar no 2º round;

Scott Holtzman finalizou Anthony Christodoulou no 3º round

Facebook Comments