Data de Hoje
20 October 2021

Apesar da Copa, maio tem pior geração de emprego em 22 anos

Dados divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta terça-feira (24) revelam um cenário aquém das expectativas do governo federal. Às vésperas da Copa do Mundo, o Brasil teve o pior saldo de criação de vagas do trabalho com carteira assinada para o mês de maio desde 1992, cujo total de empregos formais gerados foi de 58,8 mil. Em maio do ano passado, as contratações foram de 72,02 mil. Para a Folha de São Paulo, o ministro do trabalho Manoel Dias afirmou que, por conta do Mundial, a perspectiva oficial de contratação era maior e que o motivo do resultado diferente da meta teria sido o pessimismo do empresariado. É provável que, em julho, o governo divulgue, revisado, o número esperado de contratação para este ano, que hoje é de 1,4 milhão de novas vagas.

jdggg

Facebook Comments