Data de Hoje
2 August 2021

Após acordo, táxis passarão por revista mais rigorosa em blitze

20121113001943950211i

Foto: Reprodução

A Polícia Militar (PM) passará a abordar táxis nas blitze de trânsito a pedido dos próprios taxistas. Segundo informações do jornal Correio, uma reunião entre o comandante de Operações Policiais Militares (COPPM), coronel Paulo Uzêda, e representantes da Associação de Taxistas Auxiliares de Salvador (Atas) definiu que a PM revistará os veículos de forma mais rigorosa por razões de segurança. "Os assaltos são constantes. Por dia, de quatro a oito táxis costumam ser assaltados", explica o presidente da Atas, Jairo Conceição. O comandante, no entanto, rebate. "Não sabemos a quantidade de taxistas assaltados por dia para confirmar esse número. Quanto a esse dado, ou existe um exagero, ou existe uma subnotificação", ponderou. Apesar da maior segurança, alguns motoristas se preocupam com a recepção da medida por parte dos passageiros. "É positivo para o taxista, mas pode ser inconveniente para o passageiro. Não sei como eles vão reagir se estiverem com pressa e com o dinheiro contado. Vamos ver se vai dar tudo certo", afirmou Valdeílson Miguel, presidente da Associação Metropolitana de Taxistas (AMT), à publicação. Uma solução seria dar descontos proporcionais ao período em que o veículo ficou parado. A fiscalização dos taxistas clandestinos é outra solicitação da categoria e, segundo o secretário municipal Fábio Mota, o apoio da PM é fundamental para ampliar o alcance da fiscalização, já que equipes da Coordenadoria de Táxi e Transportes Especiais costumam ser ameaçadas.

Por: Bahia Noticias

Facebook Comments