Data de Hoje
4 December 2021

Após bandidos invadirem posto de Saúde, PMs farão segurança do local

Posto_medico_pernambues_assalto

O secretário José Antônio Rodrigues Alves lamentou a violência que tem ocorrido dentro de postos de sáude da capital baiana. Na terça-feira (22), a prefitura de Salvador relatou um dos casos à imprensa e confirmou que uma ação ousada de bandidos espalhou pânico entre pacientes e funcionários da unidade de saúde Prof. Humberto Castro Lima, localizada em Pernambués, na manhã de ontem. Os homens armados invadiram o posto médico e uma adolescente teve o celular roubado.

"Não foi só lá não. Foram três postos alvos dos bandidos em uma semana. Entre eles, o posto do Rio Vermelho", contou o secretário em conversa com o apresentador Zé Eduardo, na Rádio Metrópole. Por telefone, Rodrigues revelou o que ficou definido após reunião com representantes da Casa Militar, na manhã desta quarta-feira (23), onde se buscou "tranquilizar os funcionários e manter o posto em funcionamento. Para isso, três policiais farão a segurança nos turnos de cada posto atingido", informou, ressaltando que casos como estes aconteceram em postos localizados em bairros nobres.

Em nota, a prefeitura informou que outras unidades de saúde sofrem com a violência e isso tem interferido diretamente no funcionamento de unidades de saúde instaladas em áreas periféricas como Lobato, Bate Coração, Alto do Cruzeiro, Alto da Teresinha e Arenoso, provocando o fechamento dos postos antes do horário previsto (17h) para preservar pela segurança de pacientes e funcionários.

Este ano, também foram registrados assaltos e arrombamentos nos postos de saúde Virgílio de Carvalho, no Dendezeiros; Ministro Alkimin, em Massaranduba; e nos CAPS instalados nos bairros do Rio Vermelho, Cajazeiras e Alto de Coutos.

Por: Caroline Gois

Facebook Comments