Data de Hoje
3 December 2021

Após demissão, Maurício mantém postagens e diz: ‘a culpa é da turma da lacração’

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Varela Net

 O jogador de vôlei Maurício Souza teve o contrato com o Minas Tênis Clube rescindido nesta última terça-feira (26) depois de fazer uma postagem homofóbica em uma das suas redes sociais. A publicação revoltou internautas e outros atletas, como o Douglas Santos, que pressionaram os patrocinadores do clube para tomar uma atitude contra a ação de Maurício. Mas, mesmo assim, ele manteve seu posicionamento e postou um vídeo para “esclarecer” a situação nesta quinta-feira (27).

Em um vídeo curto, Maurício não atribui ao Minas Tênis Clube a responsabilidade pela sua demissão e diz que “A culpa é da galera que não aceita mais opinião contrária a deles, qualquer coisa falada que não seja o que eles aprovam você é homofóbico e preconceituoso”. Ele se mostra irredutível, publicando nesta manhã uma imagem dos personagens Super-Homem e Mulher Maravilha se beijando. O jogador revelou estar muito chateado com o público que criticou a atitude dele e frisou “A culpa disso tudo foi da turma da lacração fazendo pressão em cima dos patrocinadores”.

Na ocasião que gerou toda essa situação, o atleta se pronunciou contra a DC Comics criar um enredo em que o filho do Super-Homem é bissexual. A postagem incomodou a comunidade LGBTQIA+, da qual um parceiro de time de Maurício faz parte. Muito magoado, Douglas Santos respondeu “Engraçado que eu não virei heterossexual vendo super-heróis homens beijando mulheres. Se uma imagem como essa te preocupa, sinto muito, mas eu tenho uma novidade para a sua heterossexualidade frágil. Vai ter beijo sim. Obrigado DC por pensar em representar todos nós e não só uma parte”.

No vídeo de “esclarecimento” de Maurício, o sexólogo e ex-BBB Mahmoud Baydoun comentou “Faltou a amante na foto, viu!! A maioria dos caras que vivem vangloriando a família tradicional brasileira nas redes sociais tem uma. Já sacou seu seguro desemprego?!”.

Fora da seleção

Maurício faz parte da seleção brasileira de vôlei. Inclusive, se destacou nas Olimpíadas de Tóquio. Contudo, depois da sua postura nas redes sociais, o técnico do time brasileiro se pronunciou a favor da saída do atleta.

No fim da última quarta-feira (27), Renan Dal Zotto disse que “fechou as portas” do time para Maurício Souza. Em entrevista, o treinador disse que ““é inadmissível este tipo de conduta de Maurício e que na seleção brasileira não tem espaço para profissionais homofóbicos”.

Maurício não se pronunciou sobre isso e nenhum comunicado oficial de desligamento do jogador foi feito.

Facebook Comments