Data de Hoje
4 December 2021

Após noite de caos, arma de policial é apreendida e segurança é reforçada em Amargosa

Mais 35 policiais civis, entre delegados e investigadores, e várias equipes da Polícia Militar, inclusive do Batalhão de Choque, também estão na região para prender suspeitos e ouvir testemunhas e o policial envolvido.

A cidade de Amargosa, que fica a 235 quilômetros, viveu uma noite de caos nesta quarta-feira (16). Tudo começou depois que a morte de uma criança de 1 ano, durante uma troca de tiros entre a polícia e bandidos, gerou uma onda de protestos que culminou com um grupo invadindo a delegacia. O local foi depredado e incendiado. Além disso, os 14 presos que estavam detidos foram soltos no meio da confusão, segundo informações da Polícia Militar. Destes, quatro já foram recapturas. A PM da região realiza buscas pelos demais.

z1 

Fogo foi ateado no prédio da delegacia / (Foto: Amargosa Informa)

Moradores apontam um policial civil como o responsável pelo tiro que atingiu a menina, no bairro Catiara, que fica na entrada do município. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), após uma determinação da Corregedoria, a arma do policial que participou da operação e de quem teria partido o tiro que atingiu a criança, foi apreendida. A arma foi já foi encaminhada para perícia no Departamento de Polícia Técnica (DPT). O local onde ocorreu o episódio também passará por perícia.

O secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, foi para a cidade onde se reúne com as autoridades locais às 11h. O diretor do Departamento de Polícia do Interior (Depin), delegado Moisés Damasceno, e a corregedora-chefe da Corregedoria da Polícia Civil (Correpol), delegada Heloísa Campos de Brito, já estão em Amargosa apurando os fatos.

Além do efetivo da cidade, mais 35 policiais civis, entre delegados e investigadores, e várias equipes da Polícia Militar, inclusive do Batalhão de Choque, também estão na região para prender suspeitos e ouvir testemunhas e o policial envolvido.

Noite em Amargosa

A menina de 1 ano, que foi baleada durante a troca de tiros ontem, chegou a ser socorrida para o Hospital Municipal de Amargosa, segundo a PM, mas morreu. Além da invasão à delegacia, carros foram queimados na cidade.

z2

 

Praça da cidade foi queimada /Foto: Valeinforma.com

Um morador do município, que não quis se identificar, informou ao Correio24horas que conhece os pais da vítima e que o policial disse à família que atirou na criança acidentalmente. "Ele disse que estava procurando por um bandido e que não teve a intenção de atingir a criança. Ela foi baleada na cabeça", conta. A menina estava no colo de um familiar quando foi atingida pelo tiro.

Por volta das 18h, a população fez um protesto na entrada do município, impedindo entrada e saída de carros. Mas a situação logo piorou, atraindo grupos armados que vandalizaram a cidade. Algumas viaturas e policiais de Santo Antônio de Jesus chegaram ainda na noite de ontem para se juntar ao contingente local. O Corpo de Bombeiras de Santo Antônio de Jesus também foi acionado para conter os focos de incêndio.

A delegacia ficou revirada depois da ação criminosa. A população foi até lá para protestar contra a ação que resultou na morte da menina, mas a situação se descontrolou quando um grupo criminoso invadiu a unidade e começou a destruir tudo. Os presos, soltos na confusão, roubaram armas e outros itens da delegacia. A delegada Glória Isabel classificou de "situação atípica" o que está acontecendo na cidade.

A população ficou amedrontada com a situação, pois o clima de tensão continuava com os manifestantes queimando ônibus e homens andando armados pelas ruas. A praça do Cristo, a principal da cidade, também foi queimada.

Segundo informações de moradores da região, um dos presos que estava detido na delegacia era Otaviano Souza Sampaio, 65 anos, conhecido como "Rei das Bermudas", acusado de matar e esquartejar a mulher de 29 anos em outubro de 2010. Ele estava detido no local há cerca de 1 ano.

Ainda não há informações sobre a captura de suspeitos e resgate dos 16 presos que fugiram armados da delegacia.

z3

Ônibus em chamas na cidade de Amargosa / Foto: Valeinforma.com

Facebook Comments