Data de Hoje
21 May 2022
Foto: Reprodução

Atividade dos cordeiros é regulamentada com direito a piso

Foi assinado entre o Ministério Público do Trabalho e 17 entidades carnavalescas de Salvador, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que prevê melhorias na situação de trabalho dos cordeiros que trabalham nas grandes festas da Bahia, como carnaval e micaretas.

A contratação desses profissionais, responsáveis por limitar os blocos, passa a ser regulamentada por um documento permanente e extensivo a qualquer evento que tenha a participação das entidades carnavalescas de Salvador.

Os cordeiros passarão a ganhar um valor diário mínimo de $ 54,00, já incluindo o valor das passagens de ônibus de ida e volta. Os blocos terão até a próxima quarta-feira (22) para procurarem o MPT, e assinar o acordo.

Uma fiscalização está a cargo do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e da Superintendência Regional do Trabalho (SRT) para analisar se a medida está sendo cumprida.

Click Notícias

Facebook Comments