Data de Hoje
17 April 2024

Bandeiras de várias cores indicam condições de segurança para banhistas nas praias de Salvador

Foto: Bruno Concha / Secom PMS

A Coordenadoria de Salvamento Marítimo (Salvamar), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), conta com auxílio de bandeiras de identificação no trabalho de salvaguardar vidas nas praias de Salvador. As bandeiras – nas cores vermelha, amarela, verde e roxa – são colocadas nas praias, informando os banhistas sobre os riscos na área.

A sinalização das praias segue o modelo nacional da Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático (Sobrasa). As bandeiras informam baixo risco (verde), médio risco (amarela) e alto risco (vermelha), além do informe de animais marinhos (roxa). As bandeiras verdes sinalizam os locais mais adequados para banho, onde há maior segurança. Já as bandeiras roxas servem para alertar para a presença de caravelas e pinaúnas, por exemplo, que podem causar queimaduras e acidentes.

“Mais um final de semana se aproxima e é importante lembrar que as sinalizações das praias não estão ali de enfeite. Cada uma sinaliza o aspecto em que o mar se encontra, e é muito importante que as pessoas observem as bandeiras, de forma a entender o que cada uma diz, além de procurar um profissional salva-vidas, perguntando o local indicado para o banho”, conta o coordenador da Salvamar, Kailani Dantas.

Além disso, Dantas reforça que é importante manter sempre contato visual com as crianças e também manter a distância mínima de um braço dos menores. “Deste modo, tenho certeza que o final de semana será bacana e todos poderão curtir o banho de mar na nossa cidade com calma e tranquilidade”, completou.

A Salvamar dispõe de 270 agentes distribuídos em 35 postos ao longo de 28 km de orla, no trecho entre as praias de Jardim de Alah e Ipitanga (próximo ao kartódromo). Outros quatro postos móveis atuam diariamente e servem também a eventos do município.

A estrutura de atuação é composta por moto aquática, pranchões, pés-de-pato, máscaras de mergulho, respiradores, capacetes e botes. Os salva-vidas também realizam medidas preventivas, educacionais, de orientação e de salvamento em ambientes aquáticos, evitando afogamentos e preservando a vida de quem estiver em perigo.

Contato – Em caso de emergência, além do contato direto com os profissionais nas praias, o serviço pode ser acionado através do número (71) 3202-4970. Já nas demais praias fora do trecho Jardim de Alah-Ipitanga, o contato deverá ser feito com o Grupamento Marítimo (Gmar), do Corpo de Bombeiros, pelo número 193.

Texto: Ana Virgínia Vilalva / Secom PMS