Data de Hoje
15 April 2021

Barcelona vacila contra Valencia desfalcado e é punido com empate no fim

Quem se acostumou a ver espetáculos e goleadas do Barcelona nesta temporada teve que se contentar com um frustrante empate por 1 a 1 fora de casa sobre o Valencia, neste sábado, pelo Campeonato Espanhol. Contra uma equipe fortemente desfalcada e preocupada mais em se defender, o time catalão só conseguiu furar a retranca no segundo tempo, com um gol de Luis Suárez em posição de impedimento, mas perdeu muitas chances e levou o empate no fim em gol de Mina.

O resultado levou o líder Barça aos 34 pontos, dois à frente do Atlético de Madrid e quatro a mais que o Real Madrid. Já o Valencia – que fez seu último jogo com o técnico interino Voro e será comandado pelo ex-lateral inglês Gary Neville a partir de agora – segue no meio da tabela, com 20 pontos.

Enquanto Luis Enrique escalou força máxima no Barcelona, o Valencia precisou se virar com uma grande lista de ausências: o goleiro Diego Alves, o zagueiro Mustafi, os laterais Barragán, Cancelo e Orbán, os volantes Javi Fuego e André Gomes, os meias Piatti e Feghouli e os atacantes Rodrigo e Negredo foram todos desfalques por lesão ou suspensão.

O primeiro tempo foi de domínio total do Barcelona – o goleiro Bravo não precisou fazer nenhuma defesa. E novamente o ator principal do time catalão foi Neymar. O brasileiro perdeu grande chance aos 5 minutos ao sair na cara do gol e bater muito mal, isolando a bola, mas foi a grande fonte de perigo dos visitantes, ganhando praticamente todas contra o lateral Vezo.

Aos 25 minutos, Neymar deu lindo drible pela esquerda e cruzou para Messi, que chutou fraco e em cima do goleiro Jaume. O Barcelona também perdeu chances com Suárez: o uruguaio finalizou para fora após lindo passe por elevação de Neymar, e depois cruzou errado quando tinha o brasileiro livre na área para fazer o gol.

Já o Valencia pouco passou do meio-campo e só assustou quando pediu pênalti duvidoso de Piqué em cima de Enzo Pérez. No começo do segundo tempo, outra polêmica: Suárez se estranhou com o zagueiro Abdennour e deu um pisão no tornozelo do tunisiano. O árbitro não viu o lance.

O total controle do Barça sobre o jogo enfim se traduziu em gol aos 13 minutos da segunda etapa: Messi deu grande passe para Suárez, que, em posição ligeiramente adiantada, arrancou para a área, protegeu de Abdennour e, quase sem ângulo, acertou um chute forte entre o goleiro e a trave. Foi o 13º gol do uruguaio no campeonato, um a menos que o artilheiro Neymar.

O Barcelona quase ampliou após outra linda jogada individual de Neymar, que fez fila pela esquerda e bateu para fora ao tentar buscar o ângulo. Já o Valencia resolveu acordar no fim e obrigou Bravo a fazer sua primeira defesa já aos 33 minutos, em chute colocado de De Paul. Aos 39, veio o castigo: Alcácer recebeu lançamento e fez o pivô para Mina, que soltou a bomba para impedir a sétima vitória seguida do Barça no Espanhol

 

Facebook Comments