Data de Hoje
16 June 2021

Boca do Rio recebe “faxinaço” de combate ao mosquito da dengue

Teve início na manhã desta sexta-feira (24), um “faxinaço” de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Desde às 8h, 33 agentes da Secretaria Municipal de Saúde iniciaram a ação na Boca do Rio. O primeiro local visitado foi a Rua Pinto de Aguiar, conhecida como “Rua do Gás”. Os agentes percorreram casas orientando os moradores e aplicando larvicida nos pontos de foco encontrados.  Agentes da Limpurb também participam da operação, que está sendo realizada de forma simultânea no bairro do Uruguai, na Cidade Baixa. Eles recolhem materiais que possam servir de abrigo para as lavas do mosquito Aedes Aegypti. A orientação é de que os moradores deixem os materiais descartados na porta de casa, para facilitar a coleta.

“Somente aqui nesta rua temos 800 imóveis. Nosso agentes estão indo de casa em casa panfletando ae colocando o larvicida quando existe foco. O distrito todo da Boca do Rio tem mais de oito mil imóveis. É um trabalho contínuo que não deve terminar hoje”, explicou Marivaldo Ferrero, Coordenador do mutirão de limpeza de dengue no distrito da Boca do Rio.

Além de Boca do Rio e Uruguai, os bairros de Pituaçu, Stiep e Imbuí também vão receber o “faxinaço”. A escolha aconteceu após pesquisa da Secretaria Municipal de Saúde que cruzou os dados das áreas mais críticas com os dados de casos reais. O índice de infestação na Boca do Rio como bairro é de 2,6, o que representa três focos a cada 100 casas. Já como distrito, a Boca do Rio tem índice de 4, 1, ou quatro focos em cada 100 casas.

Facebook Comments