Data de Hoje
28 November 2021

Bradesco Saúde: Médicos decidem em assembleia se voltam a atender usuários do plano

Bradesco Saúde: Médicos decidem em assembleia se voltam a atender usuários do plano
Os médicos que atendem pelo plano Bradesco Saúde na Bahia decidem nesta terça-feira (15) se voltam a atender os assistidos da operadora, ou se continuam com a paralisação, que já dura quase três semanas. A decisão será tomada em assembleia, na Associação Bahiana de Medicina (ABM), às 19h30. O Bradesco Saúde possui mais de 300 mil segurados na Bahia, e no momento, os médicos só aceitam o plano em casos de urgência e emergência. A dificuldade dos clientes é em conseguir marcar consultas e procedimentos eletivos. O presidente do Sindicato dos Médicos da Bahia (Sindimed-BA), Francisco Magalhães, acredita na manutenção do movimento, já que médicos cardiologistas de Feira de Santana aderiram ao movimento, e paralisaram o atendimento de casos eletivos. Até o momento, segundo o representante do Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb-BA) na Comissão Estadual de Honorários Médicos, Antônio José Dórea, o Bradesco Saúde ainda não apresentou nenhuma proposta. Os médicos baianos reivindicam reajuste nos valores repassados pela operadora em procedimentos e consultas. O Bradesco saúde paga cerca de R$ 65 por consulta, e eles pedem que o valor seja elevado para R$ 150. As associações ainda pedem a utilização de uma tabela hierarquizada para a remuneração de exames, consultas e procedimentos. Para evitar que os assistidos do plano fiquem sem atendimento, o Ministério Público da Bahia (MP-BA), a Defensoria Pública e o Procon cobraram do Bradesco um plano de contingenciamento e linhas telefônicas para orientar os clientes. Os telefones são 4004-2700 (capitais) e 0800 701 2700.
Facebook Comments