Data de Hoje
21 October 2021

Cadê o MMA? Bandidos assaltam e batem em lutador do UFC

Maurício Shogun deixou de lado as técnicas em artes marciais e não esboçou reação

Este caso relatado agora mostra o quanto é importante não reagir em situações de assalto, e envolve um homem tecnicamente preparado para destruir oponentes, mas que sabe quando não agir.

O ex-campeão meio-pesado do UFC, Maurício Shogun Rua foi mais uma vítima da falta de segurança no Rio de Janeiro. O atleta teve o carro que dirigia fechado em uma das principais avenidas da cidade e foi abordado por quatro elementos armados com fuzis, que o obrigaram a descer do carro, roubando o veículo, carteira com dinheiro e documentos, camiseta e ainda o calçado do ex-campeão do UFC e do PRIDE, sendo inclusive, reconhecido por um dos assaltantes.

shogun

Shogun não reagiu ao assalto, praticado por quatro bandidos.

Fotos: R7

Shogun havia se encontrado com patrocinadores quando retornava para casa. O empresário dele relatou com riqueza de detalhes a tensão vivida pelo lutador:

“Desceram quatro indivíduos armados de fuzil e roubaram o carro do amigo dele, roubaram a camiseta do Shogun, roubaram o documento, dinheiro, e falaram, ‘Pô, eu sei quem você é, você é lutador, não tenta nada’. De que jeito vai tentar? Foi uma situação lamentável”, explica Eduardo Alonso, empresário de Shogun.

Ainda de acordo com o “manager” do lutador, Shogun teve de se virar para registrar a situação e buscar os novos documentos: “No dia seguinte teve que fazer B.O, refazer todos os documentos, passou um susto desgraçado. Os caras levaram tudo, até a camiseta dele, ele ficou descalço no meio da Linha Vermelha, em plena madrugada, ninguém parava para dar carona – imagina, um cara daquele tamanho, pedindo carona, sem camisa e descalço… Ele teve de caminhar cerca de dois quilômetros descalço na madrugada até uma delegacia para poder fazer o B.O, ligar para alguém e ser socorrido. Foi realmente uma madrugada tensa.”, disse.

Facebook Comments