Data de Hoje
26 January 2021

Câmara Municipal de Feira de Santa deve economizar mais de R$ 1 milhão ao adiar reajuste salarial de vereadores

O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, o vereador Fernando Torres (PSD), disse durante coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (11), que o reajuste dos salários dos vereadores que estava previsto para acontecer no dia 1º de janeiro, será adiado para o ano que vem. Ele ressaltou que não é justo os vereadores, prefeito e secretários terem aumento de salários e os funcionários públicos não terem. Ele explicou que esta decisão de adiar é como um efeito dominó, e a lei é uma só, tanto para o prefeito, como para vice-prefeito e secretários. O vereador informou ainda que a decisão de adiar o reajuste para 1º de janeiro de 2022, assim como a nomeação de alguns cargos de confiança para o próximo mês, vai gerar uma economia de mais ou menos um milhão de duzentos mil reais para a câmara.

“Vamos adiar esse reajuste para mais um ano, a partir de 1º de janeiro de 2022, quando passar a pandemia. Os cargos de confiança uma parte não foi nomeada, exatamente para economizar recursos para a câmara. Eu estou aproveitando o mês de janeiro, que é o mês de férias, não é justo nomear funcionário para trabalhar em mês de férias, e aí a gente está aproveitando que a casa começa a funcionar a partir do dia 1º e vamos nomear a partir do dia 1º a maioria dos cargos da Câmara.”, comentou.

Sobre os funcionários terceirizados da Câmara de Vereadores que têm os salários bastante reduzidos devido aos impostos, o vereador declarou que irá tentar corrigir esta situação até março deste ano, ou até mesmo rescindir o contrato com a empresa terceirizada. “Eu falei que não iria aceitar o terceirizado que presta serviço a casa, tipo, que faz limpeza, a câmara paga R$3.000,00 e esse funcionário recebe R$880,00. Eu não acho que são tantos impostos assim para um funcionário desse. A Câmara pagar R$3.000,00 a empresa e a empresa só pagar o funcionário R$880,00, eu acho que isso deve ser revisto”, observou. (Por Rachel Pinto, com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade).

 

Facebook Comments