Data de Hoje
24 June 2021

Câmara vota PEC da reforma política e mantém financiamento privado de campanhas

Texto agora vai ao Senado, onde deve ser apreciado em dois turnos

© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

BRASÍLIA – A Câmara finalizou nesta quarta-feira a votação da PEC da reforma política e confirmou a possibilidade de doações empresariais a partidos políticos. O texto agora vai ao Senado, onde deve ser apreciado em dois turnos.No final de maio, a Câmara aprovou, em primeiro turno, a doação de empresas a partidos políticos nas campanhas eleitorais, que havia sido derrubada na votação da madrugada do dia anterior. O texto permite que as empresas doem apenas para os partidos, com a chamada doação oculta, quando os partidos centralizam o recebimento das doações, repassando-as aos candidatos, sem que se saiba que empresa financia a eleição de qual candidato. Pessoas físicas poderão doar aos partidos e aos candidatos.

Joaquim Levy apresenta ao Senado prioridades do governo

Câmara aprova lei que tipifica crime de terrorismo e estabelece pena de até 30 anos

Governo evita votação que poderia sustar decreto de Dilma sobre o Mais Médicos

Na última semana antes do recesso parlamentar, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), suspendeu a sessão que analisaria esse ponto após PT e PPS apresentarem pedido de retirada da parte do texto que permite a doação por parte

Facebook Comments