Campanha de Bruno Reis define protocolo sanitário para candidatos

Regras determinam limitação de pessoas em eventos fechados e medição de temperatura

A campanha do candidato do Democratas à prefeitura de Salvador, Bruno Reis, definiu um protocolo sanitário que deve ser seguido pela chapa majoritária e por todos os candidatos a vereador da coligação, que engloba, no total, 15 legendas. O objetivo é garantir a segurança e a preservação da vida nesse momento de pandemia do coronavírus, respeitando, inclusive, as regras estabelecidas pelo município e governo do Estado para conter a Covid-19 e evitar que a doença volte a crescer na capital baiana.

Em ambientes abertos, já está decidido que não haverá caminhada nem comícios, para evitar aglomerações. A campanha vai optar por realizar carreatas. No caso dos eventos fechados, as regras preveem limite de 100 pessoas, medição de temperatura dos presentes (quem estiver com febre será orientado a procurar uma unidade de saúde), distribuição de álcool em gel e distanciamento mínimo de 1,5m entre as pessoas.

“Essa não será uma eleição como as outras porque estamos ainda vivendo uma crise sanitária. Decidimos criar esse protocolo para que a nossa campanha seja a mais responsável e segura possível nesse momento de pandemia. Temos responsabilidade com a vida das pessoas. Venho acompanhando e participando da luta da Prefeitura para conter a pandemia desde março, quando essa doença chegou em nossa cidade. E vamos colaborar com essas ações nesse momento de disputa”, disse Bruno Reis, que é o atual vice-prefeito de Salvador.

O protocolo estabelece ainda que quem faz parte do grupo de risco será orientado a não participar de eventos de campanha. Determina também a higienização de todo material utilizado na montagem e arrumação dos eventos, bem como a proibição do fornecimento de alimentos e bebidas, com exceção de água, com recipientes higienizados antes da entrega (bebedouros estão vedados).

Foto: Betto Jr.

Facebook Comments