Data de Hoje
3 December 2021
PNotícias Foto: Reprodução // Instagram (@netinhooficialbrasileiro e @ailamenezes)

Cantora baiana Aila Menezes rebate ataques de Netinho: “Respeite a forma como me visto”

“Seu tempo já passou”, afirmou artista ao cantor

A cantora baiana Aila Menezes utilizou seu perfil no Instagram para rebater os ataques que recebeu do cantor Netinho, que publicou nas redes sociais um trecho de um show da artista para criticar a sua postura no palco. Apesar de não mencionar o nome da pagodeira não publicação, o baiano, em tom de provocação, afirma na legenda da publicão que o “governo da Bahia investe em cultura” e chama atenção para a roupa de Aila.

Revoltada com as críticas de Netinho, a artista utilizou os stories do seu perfil pessoal do Instagram para rebater os comentários do cantor sobre ela.

“Respeite o meu pagode, respeite a minha música, respeite eu ser uma mulher gorda, nordestina e cantar pagode dentro da minha terra. Isso é cultura, sim. Respeite a forma como eu me visto, porque sou uma mulher feminista, dona do meu corpo e dos meus direitos. Se isso está te desagradando, morde o cotovelo”, afirmou.

“Até porque, essa coisa de censurar não combina muito com você, né?! É só a gente ver um pouco sobre sua história”, acrescentou a pagodeira.

De acordo com Aila, vídeo utilizado por Netinho para atacá-la foi editado e não tem contexto. A cantora ainda ameaçou processar o baiano.

“Quando a gente afirma algo sobre alguém, a gente precisa ter provas e comprovar isso, inclusive, num lugar onde gente grande se encontra para resolver isso: na Justiça! É preciso que você tenha provas para dizer quem me contratou”, continuou Aila.

Demonstrando completa insatisfação com os comentários de Netinho ao seu respeito, Aila chama atenção ainda para os conflitos políticos que envolvem o nome do cantor. “Seus problemas partidários são seus. Quem vive num momento caótico é você, dentro da sua política e escolhas de vida. Não me envolva em sua sujeira, no seu lixo, em sua lama. Respeite a sua arte. Vai ter sim, pagode tocando, porque a gente é cultura! Vai cuidar da dua saúde, inclusive mental”, orientou a ex-participante do “The Voice Brasil”.

“Seu tempo já passou, e você hoje é totalmente descredibilizado por falta de humanidade. Me respeite enquanto mulher nordestina, gorda, feminista e LGBT, que é conhecedora dos seus direitos e das duas raízes”, concluiu Aila na sua fala a Netinho.

Facebook Comments