Data de Hoje
18 September 2021
Samba Chula de São Braz - projeto Caravana da Música (Foto: Divulgação / Germano Estácio)

Caravana da Música chega a sua última edição com Samba Chula São Brás

O projeto Caravana da Música chega a última cidade depois de três meses de circulação, levando nomes da música contemporânea produzida na Bahia. O Samba Chula de São Brás será levado para o município de Luís Eduardo Magalhães, no dia 20 de março, às 17h, na Praça Central.

Levando nomes como O Quadro, Manuela Rodrigues, Scambo, Larissa Luz, CAIM, Lívia Mattos, IFÁ Afrobeat, Kamapheu Tawa e Vivendo do Ócio, a oito municípios da Bahia, o Caravana da Música alcançou um público de aproximadamente 14 mil espectadores. O projeto é uma realização da Maré Produções Culturais, com patrocínio da VIVO, através do FAZCULTURA – programa parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz).

De acordo com a diretora da Maré Produções Culturais e idealizadora da iniciativa, “o projeto mostrou-se um sucesso. As cidades acolheram muito bem a iniciativa e conseguimos atingir nossos objetivos de formar plateia, ocupar e dinamizar os espaços culturais e, principalmente, levar a música contemporânea da Bahia para lugares onde ela nunca se apresentou”. O evento ocorreu nas cidades de Lençóis, Mata de São João, Madre de Deus, Amargosa, Senhor do Bomfim, Ilhéus, Itabuna e Vitória da Conquista. A gestora acredita que iniciativas como essa contribuem para difusão da produção musical baiana dentro do próprio estado. “O projeto se mostrou estruturante para o fortalecimento dessa música contemporânea produzida no estado”, acrescenta.

“O Caravana da Música proporcionou, em seu primeiro ano, o contato do público das cidades do interior baiano com a riqueza da nossa produção cultural, mostrando a diversidade do nosso cenário e a potência desses músicos, que nem sempre têm oportunidades de circular dentro do Estado. O objetivo da ação foi promover a interiorização da música baiana contemporânea, através da realização de um total de 10 shows gratuitos em diferentes cidades”, finalizou a diretora da Maré Produções Culturais.

Samba Chula de São Braz

O Samba Chula de São Braz faz parte da história do Samba de Roda do Recôncavo Baiano, listado como patrimônio imaterial da humanidade desde 2005. Lançou o seu primeiro álbum em 2009, “Quando Dou Minha Risada Há, Há…” (contemplado pelo prêmio Pixinguinha 2008, patrocinado pelo Fundo Nacional das Artes – FUNARTE). Atrai a atenção no Brasil e no exterior demonstrando o potencial criativo da cultura popular através da música e da dança. Dividiu o palco com artistas importantes da música brasileira, atravessou fronteiras e levou sua música para participação em diversos eventos internacionais, além da realização de turnês pela França.

Por Click Notícias
Facebook Comments