Data de Hoje
5 August 2021

CASO MUSSURUNGA: Hospital não aceita crianças vítimas de estupro e irmãos voltam para UPA

As duas crianças vítimas de estupro nesta terça-feira (1/11), no bairro de Mussurunga, em Salvador, não foram aceitas pelo Hospital Roberto Santos e tiveram que voltar para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque São Cristóvão. Porém, no final da manhã, os irmãos deram entrada no Hospital Irmã Dulce, na cidade baixa.

LEIA MAIS—> DUAS CRIANÇAS DE 2 E 5 ANOS SÃO SEQUESTRADAS EM MERCADO DE MUSSURUNGA E ESTUPRADAS

 De acordo com informações apuradas pela equipe da TV Aratu, que estava no local, a criança mais nova, de 2 anos, foi dilacerada nos órgãos genitais e precisa ainda passar por uma intervenção cirúrgica. Os braços da criança também estão bastante machucados. A outra vítima, de 5 anos, também está em estado grave.

Ainda de acordo com informações, o garoto foi o primeiro a ser encontrado por policiais, já a menina foi encontrada por uma senhora, ambos na Estrada Velha do Aeroporto.

A Delegacia Especial de Repressão à Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Dercca) já está apurando o caso. A delegada Diana Marise Lima, plantonista da Dercca, esteve na unidade de saúde e expediu as guias para exames médicos legais, aos quais as crianças devem ser submetidas no Departamento de Polícia Técnica (DPT). A mãe das vítimas também foi intimada a comparecer na delegacia, instalada em Brotas, para prestar esclarecimentos.

Facebook Comments