Data de Hoje
2 August 2021
Foto: Divulgação/Secom Prefeitura

Centro de Convenções de Salvador: Neto toma frente e sugere que governador use dinheiro para outra coisa

Apesar de ACM Neto negar levar a construção do novo Centro de Convenções de Salvador para o debate político partidário, o prefeito fez críticas à demora do Governo do Estado para definir um novo equipamento. “O governador pode pegar o dinheiro que ia construir o Centro de Convenções e usar para outra coisa, pois este novo Centro vai servir para tudo”.

O demista falou isso em resposta ao secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e ex-governador, Jaques Wagner (PT), que avaliou como positivo o fato de a Bahia vivenciar a possibilidade de ter dois Centros de Convenções.

Para Wagner, não há disputa entre o governo estadual e prefeitura nesse quesito. Ao ser questionado sobre a inciativa da prefeitura motivar o governo estadual, recuar e não construir o Centro de Convenções no Parque de Exposições, ele considerou improvável. “Acho que não. Precisa vê o projeto. Pelo valor que a prefeitura apresentou não é da dimensão do projetado pelo governo do Estado. Não tem guerra não, se eles fizerem acho ótimo”, amenizou.

O projeto do Centro de Convenções de Salvador apresentado pelo prefeito ACM Neto nesta segunda-feira (23) é de autoria dos arquitetos André Sá e Francisco Mota, responsáveis pelo projeto do Salvador Shopping.

O prédio terá três pavimentos, com faces voltadas para o mar e para a avenida. No nível térreo, que era ocupado pelo antigo Aeroclube, estarão oito auditórios moduláveis de mil metros quadrados, oito salões moduláveis de 400 metros quadrados, dois foyers independentes de mil metros quadrados e uma praça de exposições de 2,5 mil metros quadrados.

No piso intermediário será situado o acesso ao espaço, por meio de uma grande esplanada localizada de frente para a rua e para o antigo Centro de Convenções. Nesta área serão instalados ainda um mezanino de 2,5 mil metros quadrados, oito salas de reunião de 400 metros quadrados e 30 camarotes de 60 metros quadrados cada.

No terceiro pavimento, estarão dois restaurantes de 435 metros quadrados com vista para o mar. O Centro de Convenções terá ainda duas docas integradas com capacidade para dez caminhões.

O investimento total é de R$ 93 milhões, com recursos próprios e do Ministério do Turismo. O edital de licitação será lançado em dezembro e obra será feita em duas etapas. Fonte: BNews e BN

Facebook Comments