Data de Hoje
29 January 2022

Centro de saúde da Santa Cruz permanece fechado após ação de criminosos

Permanece fechado nesta terça-feira, 11, o Centro de Saúde Osvaldo Caldas Campos, no bairro da Santa Cruz, em Salvador, que nesta segunda, 10, foi invadido por suspeitos que fizeram 16 funcionários e pacientes reféns.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), ainda não há previsão para a reabertura do posto. Uma reunião interna, incluindo servidores e representantes da gestão municipal, será realizada nesta segunda para decidir o futuro da unidade de saúde.

Nesta reunião, também será definido como será feito o remanejamento das consultas que estavam marcadas e outros procedimentos médicos.

O caso envolvendo o centro ocorreu no final da tarde desta segunda, quando quatro suspeitos envolvidos em um tiroteio com a polícia entraram no posto e fizeram reféns.

Eles exigiram a presença de familiares e da imprensa para se entregarem. Após mais de três horas de negociações, por volta das 19h20, os homens se renderam e liberaram os reféns. Com eles, foi apreendida uma arma.

Dos quatro homens detidos, dois foram identificados como Caíque Silva Cerqueira, de 19 anos, e Danilo Santos, 21. Caíque relutou em entregar o único refém que mantinha em um dos cômodos na unidade. A mãe e a irmã dele estiveram no local para pedir ao jovem que se entregasse. As outras vítimas ficaram em outro cômodo sob a ameaça de três criminosos, que não estavam armados.

O tiroteio anterior deixou outros três suspeitos mortos e um policial militar baleado na mão. Ele foi encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE) e não corre risco de morte.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o policiamento foi reforçado na região do Nordeste de Amaralina.

Facebook Comments