Data de Hoje
22 October 2021
Foto: Youtube / Reprodução

Chinesa terá que pagar R$ 126 mil a empresa aérea após dar à luz durante voo

As imagens do parto foram gravadas por um passageiro de dentro do avião

Uma chinesa terá que desembolsar R$ 126 mil após dar à luz durante o voo. O valor é referente aos gastos da companhia aérea, que precisou desviar para o Alasca antes de pousar em território americano. A rota prevista era de Taipei a Los Angeles.

Segundo informações do site de notícias China.com.cn, a mulher não informou que estava com 36 semanas de gestação e só aceitou ter o bebê depois de saber que avião já se encontrava no espaço aéreo dos Estados Unidos. A mãe, identificada somente como Jian, voltou para a China depois do parto. O bebê, que ganhou cidadania americana, ainda é muito novo para voar, por isso ficou sob os cuidados de um amigo da família.

As imagens, gravadas por um passageiro, mostram o momento em que uma aeromoça se emociona ao segurar a recém-nascida. Um médico ajudou no nascimento da menina.

Depois do parto, o piloto precisou fazer um pouso de emergência para que a mãe e a criança fossem levadas para um hospital nos Estados Unidos. O avião aterrissou em Los Angeles com três horas de atraso.

Por Diário Gaúcho
Facebook Comments