Data de Hoje
19 January 2022

Citado por delatores, Nilo se defende: “Só encontrei com Marcelo Odebrecht duas vezes”

Citado por André Vital o ex-executivo da Odebrecht —, o deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) afirmou ao site Bocão, que só estava com Marcelo Odebrecht duas vezes na vida. Ainda segundo o parlamentar, os recursos destinados pela empreiteira às suas campanhas foram legais. “Só estive com o Marcelo duas vezes na minha vida. Conversei com ele sobre 2014 e ele me ajudou com 300 mil reais, dinheiro declarado”, asseverou, nesta segunda-feira (17), durante a posse de Maria Quitéria que assume a presidência da Fundação Luís Eduardo Magalhães. 
 
Segundo Nilo, “é sempre ruim” ter o nome citado em investigações deste nível, “mas eu estou absolutamente seguro”. “Minhas contas foram aprovadas pelo TRE e eu acho a Lava Jato muito importante”, garantiu. 
 
O ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) não quis opinar sobre as citações ao prefeito de Salvador, ACM Neto. “Só quero falar de mim. Dos outros, não”, pediu. 
 
Segundo Vital, a Odebrecht repassou R$ 300 mil via caixa 2 e em espécie para o parlamentar. “Pelo que me recordo, o valor foi pago em três ou quatro parcelas ao longo do segundo semestre de 2013. Eu próprio entreguei os valores ao candidato no escritório da companhia em Salvador”, contou.
 
Conforme relatou o delator, o dinheiro seria usado por Nilo para contratar institutos de pesquisas a fim de avaliar seu potencial eleitoral para eleição de 2014 e, também, para propagandas prévias. O deputado estadual Marcelo Nilo nega as acusações.
Facebook Comments