Data de Hoje
24 September 2021

Classe média mora cada vez mais longe do centro de Salvador

  • Fernando Bofill foi morar mais longe: 'Prefiro ter um lazer completo'

Com o surgimento de novos empreendimentos de alto luxo em bairros como Corredor da Vitória, Graça e Ondina, a zona nobre do centro da cidade reforça sua posição como reduto da classe alta de Salvador.

Por outro lado, os empreendimentos voltados para a classe média tendem a se afastar para além da Paralela, ou em bairros em transformação, como o Cabula e Patamares.

Segundo o diretor comercial da Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (Ademi-BA), José Azevedo Filho, a dificuldade de encontrar terrenos nesses locais, como Graça, Barra e Ondina, aumenta o custo dos projetos.

"Isso faz com que o produto seja um empreendimento de valor mais elevado. Quem se instala nesses empreendimentos são pessoas de maior poder aquisitivo. A classe média é obrigada a se deslocar para onde o valor do terreno está em preços mais baixos e onde há oferta de áreas", afirma Azevedo Filho.

Entre os empreendimentos de alto luxo destaca-se a Mansão Wildberger, no Corredor da Vitória, construída no espaço considerado como último terreno disponível no bairro. A torre de 40 andares, em construção, terá 74 unidades. Entre elas, os últimos andares terão apartamentos de 992 metros quadrados com direito a sete vagas na garagem e valores aproximados de R$ 17 milhões, cada.  

Para o presidente da Creci-BA (Conselho Regional de Corretores de Imóveis), Samuel Arthur Prado, ainda é possível encontrar apartamentos de padrão médio nestes bairros. "Os imóveis são mais procurados por pessoas de classe média, que desejam um imóvel espaçoso, mas sem grande estrutura", diz Prado.

Ele cita exemplos de apartamentos na Graça e no Canela de 120 a 130 metros quadrados que podem ser encontrados por R$ 500 mil. "É espaçoso, confortável, mas não tem piscina e não tem quadra. E não precisa se deslocar para um imóvel distante", afirma.

No entanto, os novos empreendimentos nesses bairros tendem a ser de alto luxo, segundo o presidente do Creci-BA. "Se eu compro um terreno na Graça, por exemplo, ele irá custar caro, e eu não vou construir um apartamento popular. Você tem que construir algo de luxo para viabilizar o valor alto do terreno", explica.

Onde estão os lançamentos

Diante deste cenário, bairros como Cabula, Patamares, Piatã, Itapuã e as regiões próximas à Avenida Paralela se transformaram em locais de grande concentrações de lançamentos de apartamentos com valores a partir de R$ 250 mil.

"O pessoal está se voltando para essas áreas, principalmente na Paralela. O Le Parc foi um pioneiro nessa área e foi um sucesso", afirma a corretora de imóveis Lia Costa.

Segundo a corretora, os novos imóveis nesses bairros oferecem benefícios como o novo conceito de condomínio-clube, com uma ampla opção de áreas de lazer, além da localização mais próxima do mar.

Após muito procurar, o empresário Fernando Bofill comprou um apartamento de dois quartos no Alphaville, por R$ 280 mil. O que pesou na decisão foi a proximidade com a Paralela, porque trabalha em Lauro de Freitas.

"Gostei pela localização, pela organização e pelo verde. Prefiro ter um lazer completo dos empreendimentos atuais. É um bairro mais arborizado. Procurei por lugares mais calmos, não muito  próximos a grandes avenidas movimentadas. E ainda é próximo a shopping centers",  conta Bofill.

Os exemplos são numerosos. Entre eles, a aposta no bairro planejado Horto Bela Vista, que promete dar outra cara ao Cabula, além de empreendimentos como Biarritz Maison, em  Patamares, e o Hemisphere 360°, próximo a Pituaçu.

Antes de comprar o apartamento no Condomínio Vista Patamares, por R$ 250 mil, a analista de sistemas Sheyla Castro ficou em dúvida em adquirir um imóvel em um bairro que ainda não possui uma grande oferta de serviços, como supermercados e bancos.

Depois que  avaliou os prós, como ser perto do trabalho (Sheyla trabalha no CAB), e os benefícios de um apartamento novo, mudou de ideia. "Depois que eu mudei e vi que não gasto mais tanto tempo no trânsito. Está sendo muito bom. Apartamento novo é uma delícia. Fiquei muito feliz", conta.

Facebook Comments