Data de Hoje
28 September 2021

Cobrador de ônibus é morto por assaltante em Lauro de Freitas; manifestação fecha trânsito

Antes de sair do coletivo, um dos assaltantes atacou o cobrador no pescoço com um pedaço de azulejo. Ele não resistiu e morreu

 

 
 

Foto: Geo Reis

Um cobrador foi morto na noite desta terça-feira (2) enquanto trabalhava em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. O crime aconteceu dentro do ônibus durante um assalto, por volta das 22h. Revoltados, os colegas do rodoviário fizeram uma manifestação na manhã de hoje deixando o trânsito parado.

Segundo informações da polícia, os suspeitos assaltaram um coletivo da empresa Costa Verde, que fazia a linha Praça da Sé/Villas do Atlântico. Quando o ônibus se aproximou do ponto de ônibus do supermercado Maxxi Atacado, que fica na Estrada do Coco, um dos suspeitos atacou o cobrador.

O assaltante usou um pedaço de azulejo quebrado para atingir Djailson Miranda dos Reis, 35 anos, no pescoço. Os suspeitos conseguiram fugir. O cobrador foi socorrido pelo motorista do ônibus e levado para o Hospital Geral Menandro de Farias, mas não resistiu e morreu.

Segundo colegas do rodoviário, Djailson não reagiu ao assalto. As imagens do circuito interno de segurança do coletivo serão enviadas para a Polícia Civil, para identificar os suspeitos.

Manifestação
Na manhã desta quarta-feira (3) rodoviários de várias empresas da região metropolitana fizeram um ato em protesto pela morte de Djailson. Eles iniciaram uma caminhada por volta das 6h no bairro de São Cristóvão, sentido Lauro de Freitas, pela Estrada do Coco, a BA-099.

"No início da manhã, eles não chegaram a fechar a via. Nós conversamos com o grupo e conseguimos negociar. Quando o grupo chegou em frente ao Maxxi, explicaram que não tinha a necessidade de fechar a via e eles voltaram em caminhada, no sentido Salvador", disse o major Marcelo, da 52ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Lauro de Freitas).

Os manifestantes deixaram apenas uma via liberada para tráfego. O trânsito no local, sentido Salvador, está congestionado. Por conta do luto dos rodoviários, os ônibus metropolitanos não estão circulando. Eles seguem em caminhada até o Centro Administrativo da Bahia (CAB) e o congestionamento já atinge a avenida Paralela, em Salvador.

Foto: Juarez Soares

Foto: Geo Reis

Foto: Geo Reis

Facebook Comments