Data de Hoje
5 August 2021
Foto reprodução

Coelba é condenada a pagar R$ 10 mil por corte de luz irregular

O juiz Leonardo Bruno Rodrigues do Carmo condenou a Coelba a pagar R$ 10 mil de indenização a uma moradora do município de Candeias por conta de um corte irregular de energia.

Segundo o texto, a moradora teve sua luz cortada mesmo sem ter débito com a empresa. Além disso, teve de esperar dois dias para a religação da energia da sua residência.

“Através dos documentos trazidos pela autora constata-se a veracidade de suas alegações, visto que a mesma comprova não haver débito junto a ré e traz também documento comprovando o pedido de religação da energia de sua residência. Já a ré alega que em verdade não houve corte de energia e sim um defeito apresentado pela fiação de um poste, trazendo apenas aos autos  notações realizadas por preposto em seu sistema  computacional. Não há embasamento algum para que se entenda pela veracidade da referida alegação”, entendeu o juiz.

na ação ficou comprovada a “má prestação de serviços gerando para ela (a denunciante) dano reparável, já que ficou privada, juntamente com seu filho de apenas três anos, dos serviços de energia elétrica”.

O processo foi declarado transitado em julgado – ou seja, sem possibilidade de recorrer.

Facebook Comments