Data de Hoje
24 June 2021

Coletivo de 15 artistas mostra frutos de residência em Cajazeiras

Artistas de diferentes linguagens artísticas residem e intervém artisticamente no bairro de Cajazeiras, desenvolvendo o processo intitulado História sob Rocha. São performers, atores, músicos, artistas visuais que exploram as possibilidades criativas de experienciar um dos maiores e mais diversos bairros de Salvador, ao longo de quatro meses de processo. Etapas deste processo compõem o espetáculo que será apresentado dias 1º, 5, 8 e 12 de setembro, na Praça da II, no próprio bairro. Dias 16, 19, 23 e 26 do mesmo mês, História sob Rocha chega  à Praça Municipal.  Sempre a partir das 16h.

Encabeçado pelo diretor teatral Daniel Guerra e a atriz e produtora Olga Lamas, a ideia que deu origem ao projeto nasceu em 2012, quando ambos foram convidados para um debate em ocasião do FESTG (Festival de Teatro Gente), organizado por Everton Machado e Nathan Marreiro, articuladores culturais do bairro, docentes do Colégio Estadual D. Leonor Calmon e artistas atuantes do projeto.

Desde junho, o coletivo realiza seu processo criativo e ações nas ruas do bairro, já iniciado com a criação de intervenções nas ruas e espaços públicos do bairro. Os artistas já estão em diálogo com a comunidade, buscando aproximação, mas também compreender a lógica do bairro, sua dinâmica e hábitos. De lá para cá, ocupam uma residência onde cada um dos artistas participantes do projeto plasma uma história progressiva, através de fotos, textos e imagens e também coisas que são encontradas nas ruas do bairro, ou mesmo solicitadas aos moradores.

“São disparadores de novas relações c om o espaço, tanto da casa quanto da rua. Os objetos são tirados do seu lugar comum e redispostos em situação simbólica. Isso gera uma cartografia do processo em tempo real, uma exposição”, explica o diretor Daniel Guerra. Durante estes meses, eles também promoveram várias outras ações no bairro,como corte de cabelo “coletivo” e escambo de roupas.  Uma das intervenções que já ganhou as ruas de Cajazeiras foi a feitura de cascas de gesso, que cobriram o corpo todo dos artistas, gerando uma espécie de molde que foi colocado em locais público.  ”Buscamos entender cada vez mais como é a relação entre um coletivo estranho à comunidade, que vem intervir ativamente no seu espaço social e a vida cotidiana do bairro” explica Guerra.

 

Integram História sob Rocha os artistas: Felipe Benevides, Raiça Bomfim, Olga Lamas, Diego Alcântara, Lara Duarte, Yuri Tripodi, Nathan Marreiro, Everton Machado, Lia Lordelo e Liz Novaes. A direção geral é de Daniel Guerra; direção musical de João Meirelles; iluminação de Márcio Nonato; cenografia e figurino de Fábio Pinheiro; arte gráfica de Lia Cunha; criação audiovidual de Roberto Jaffier. A coordenação de produção é da recém-criada Gameleira Artes Integradas, parceria entre Olga Lamas e Raiça Bomfim; Este projeto foi contemplado pelo Edital Setorial de Teatro 2014 da FUNCEB/SECULT

Facebook Comments