Data de Hoje
20 September 2021

Com estímulo de 85% de ocupação setor hoteleiro fala em expectativa frustrada na Copa

Com estímulo de 85% de ocupação setor hoteleiro fala em expectativa frustrada na Copa

 

 
O período pré-Copa não movimentou o setor hoteleiro baiano. Foi registrada uma ocupação negativa recorde com média de 48% de ocupação. “Significa que hotéis tiveram 15% de ocupação”, listou Renata Prosérpio, diretora social da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), em entrevista ao programa Acorda Pra Vida, da Rede Tudo FM, 102,5. Além disso, de acordo com Prosérpio, a Fifa, na beira da Copa, cancelou diárias que já estavam reservadas. O amargo sabor no paladar do trade vem sendo degustado há dez anos. Sem investimentos na cidade, Salvador deixou de ser um polo atrativo de turistas. "Ficamos dez anos amargando uma orla abandonada, parques abandonados. A cidade está se rearrumando. Nos hotéis fizemos a nossa parte, tomamos dinheiro emprestado para oferecer um serviço melhor", pondera. Já no período da Copa, o número de ocupação saltou para 85% mas, mesmo assim, frustrou a expectativa do setor turístico. “Nós tivemos muita expectativa e muitos hotéis tiveram, com essa Copa. Essa notícia de 85% de ocupação é boa. Mas, pensamos que teríamos quase 100%, por isso se investiu muito. Aqui em Salvador temos holandeses, franceses e surpreendentemente americanos. Das cidades-sedes, Salvador está entre as que mais atraiu turistas. Está entre o terceiro, quarto lugar. Isso é muito bom porque os turistas estrangeiros voltam a Salvador. Eles tinham sumido”, finalizou.  
Facebook Comments