Data de Hoje
4 December 2021

Com licitação em agosto, VLT terá 21 paradas e vai substituir trens do subúrbio

380x285xvlt2_jpg_pagespeed_ic__NQK7kh36t

 

A autorização para a licitação das obras do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) será assinada no dia 14 de agosto, com verba estimada de R$ 1,1 bilhão, anunciou o secretário da Casa Civil Bruno Dauster. Em entrevista ao G1, o secretário explicou que o valor será dividido entre os governos estadual e federal para não haver atraso. A presidente Dilma foi chamada para a cerimônia de publicação do edital, mas ainda não confirmou se virá ao evento. Segundo Dauster, os atuais 13,6 km de trens que ligam os bairros de Paripe e Calçada, em Salvador, devem ganhar 4,9 km a mais, ligando São Tomé de Paripe ao Comércio. O projeto será dividido em duas etapas e tem previsão de conclusão no segundo semestre de 2017. O secretário explicou que as atuais 10 estações dos trens serão desativadas e reaproveitadas na prestação de serviços como postos da Polícia Militar e centros de atendimento. Os equipamentos não serão utilizadas para o VLT por causa das diferenças entre os modais.  “O trem [do VLT] irá andar no chão, como se fosse ônibus. Você agora vai ter paradas e não estações”, explicou. A previsão do governo é de que o novo meio de transporte tenha 21 paradas e atenda até 150 mil pessoas. O projeto visa, ainda, a interligação com outros modais da cidade, como o metrô e o BRT.

Facebook Comments