Data de Hoje
24 September 2021

Com paralisação de rodoviários, Neto marca reunião; 'Precisamos liberar garagens', diz Mota

xIMAGEM_NOTICIA_5.jpg.pagespeed.ic.Z0ngz_IwgA (1)

O prefeito de Salvador, ACM Neto, cancelou a viagem que faria a Brasília nesta terça-feira (27) para se reunir, às 10h, com representantes da administração municipal e da Secretaria de Segurança Pública (SSP). O secretário municipal de Urbanismo e Transporte, Fábio Mota, informou a mudança de agenda do gestor, devido à paralisação dos rodoviários da capital baiana. “Estamos indo para a prefeitura. Eu, Fabrizzio [Muller, da Transalvador], um representante da PM e o secretário de Segurança Pública. A gente precisa do apoio da polícia para liberar as garagens. Tem motorista querendo sair e não consegue”, disse Mota, em entrevista ao programa Acorda pra Vida, da Rede Tudo FM 102,5. Insatisfeitos com o acordo firmado pelo sindicato da categoria, rodoviários iniciaram ainda nesta segunda (26) uma série de protestos e paralisações. Na manhã desta terça, o grupo bloqueou a saída das garagens de empresas de transporte público. “Teríamos 800 ônibus rodando, o que corresponde a 30% da frota. Infelizmente, não puderam sair até o momento das respectivas garagens”, disse o secretário. Conforme o titular, 350 microônibus do sistema complementar rodam pelas vias principais da cidade nesta terça, como as avenidas: Paralela, ACM, Suburbana e Bonocô. Mota reconheceu, entretanto, que o plano de contingenciamento elaborado pela prefeitura não consegue atender à população de forma satisfatória. “O efeito é bom, mas não é o desejado para suprir a necessidade de Salvador. Se tínhamos problema com a totalidade da frota operando, imagine agora”, comparou. O secretário se queixou ainda da dificuldade em negociar com o grupo dissidente, em função da ausência de uma liderança reconhecida. “Recebemos mais de 100 rodoviários ontem que diziam ser representantes nas empresas. A dificuldade maior é que não sabemos com quem mediar. Estamos desde cedo na Transalvador aguardando os líderes desse movimento”, declarou.

Facebook Comments