Data de Hoje
3 December 2021

Comerciantes pagam impostos caros e não tem segurança publica

Representantes dos comerciantes da Liberdade firmaram um acordo com a Polícia Militar e a Polícia Civil de investir em tecnologia de vigilância para ajudar na identificação de arrombadores. Em contrapartida, a 37ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM/ Liberdade) deve intensificar o patrulhamento e a Polícia Civil, as investigações. De acordo com um comerciante que preferiu o anonimato, há cerca de dois meses os lojistas do bairro têm sido vítimas de arrombadores. “Dez comerciantes daqui da área foram vítimas desses elementos. Fizeram uma série de arrombamentos, de loja em loja. Isso vem ocorrendo de junho pra cá, inclusive, a última vítima teve o comércio invadido e posteriormente tentaram invadir outra vez, mas não conseguiram porque pessoas que moram próximo fizeram zoada e acenderam as luzes, então eles evadiram”, relatou. Apesar da decisão entre Estado e cidadãos, o lojista acredita que a sensação de insegurança não vai passar. “Devido o governador [Rui Costa] ter morado no bairro, o policiamento está muito aquém. Falta viatura, falta policial nas ruas. Inclusive, foi relatado que o efetivo é pequeno para a área”, acrescentou. Com o acordo, a expectativa da polícia é conseguir mapear os assaltantes, intensificar o policiamento para afastar e prender os criminosos.

Facebook Comments