Data de Hoje
24 February 2024
Moradores e comerciantes reclamam dos assaltos na região do Aquidabã, em Salvador (Foto: Reprodução)

Concessionária é assaltada três vezes em dois dias na região do Aquidabã

Câmeras de segurança de uma concessionária na região do Aquidabã, em Salvador, registraram três assaltos em um período de dois dias. As imagens, registradas em 4 e 5 de janeiro, mostram os homens vasculhando o espaço e levando objetos. Conforme o dono da concessionária, que preferiu não se identificar, em dois dias ele teve um prejuízo de R$ 30 mil.

No registro da ação que ocorreu no dia 4 de janeiro, a câmera de segurança mostrou ainda o assaltante desligando o alarme do estabelecimento. Cerca de cinco horas depois, na madrugada do dia 5 de janeiro, o escritório da concessionária foi invadido mais uma vez. Ainda não há detalhes se é o mesmo homem. Ele pega alguns objetos e deixa o local.

Ainda no dia 5, só que por volta das 19h30, a concessionária foi alvo de mais um roubo. O bandido quebrou o vidro da janela para poder entrar.

Conforme o dono da concessionária, entre os itens roubados estão computadores, aparelhos de som, ventiladores e até o ar condicionado. Ele disse ainda que investiu em segurança, com cercas elétricas, câmeras e alarme, mas não adiantou.

“Eu tirei a cerca elétrica porque eles cortaram, e botei agora uma cerca mais reforçada. Coloquei segurança eletrônica dentro da loja porque eu não aguento mais ser roubado”, disse.

O dono de outra concessionária, Fernando Cerqueira, disse que os empresários da região do Aquidabã se sentem em um beco sem saída.

“Nós estamos aqui há 20 anos, e isso já é algo comum. Eles invadem, quebram vidros e levam som. A gente já deixa o carro aberto para facilitar, porque ao invés deles quebrarem o vidro, o parabrisa, se ele levar só o som é menos prejuízo”, contou Fernando.

A Polícia Militar respondeu por meio de nota que faz rondas no Aquidabã. A PM também lembrou da importância da vítima registrar ocorrência na delegacia para, a partir delas, avaliar qual local necessita de reforço do policiamento. Os comerciantes da região disseram que registraram boletim de ocorrência referentes aos assaltos. Por G1