Data de Hoje
16 June 2021
Foto: Reprodução

Concursos têm concorrência menor com diminuição de ofertas

A notícia que o governo federal reduzirá R$ 1,5 bilhão do orçamento de concursos para o ano 2016 caiu como uma bomba na vida de muitos concurseiros.  Mas o momento não é para desistir. Pelo contrário.  Especialista em concursos e advogado da União, Waldir Santos explica que em momentos como este há uma tendência de diminuição da concorrência.  “Em anos anteriores, quando o poder Executivo reduziu a oferta, a concorrência chegou a cair 80%”, diz. Segundo o Ministério do Planejamento, os concursos federais já autorizados não serão suspensos. Nesse caso,  existem 2.116 oportunidades para ingressar em um emprego federal .  O especialista lembra que há mais vagas em outras instâncias. “Os governos estaduais, municipais e o Judiciário podem abrir mais vagas do que o Executivo. Ou seja, mais possibilidades de seleção”, explica Santos.

2.116 Vagas já autorizadas

Anac  Lançará até 24 de dezembro o edital de seleção com 150 vagas. Salários de até R$ 12.347,49.

ANS Terá edital publicado até 24 de dezembro. São 102 oportunidades com salários de até

R$ 6.330,52.

ANP Tem até 24 de dezembro para lançar seleção com 34 vagas.   Salários de até R$ 7 mil.

Funai Deve lançar  edital com 220 oportunidades  para o órgão até o dia 22 de outubro.  Salários de até R$ 6.346.

IBGE Até janeiro de 2016 lançará edital com 600 vagas. Salários de até R$ 9,1 mil.

INSS São 950 vagas autorizadas, o edital deverá ser publicado até 29 de dezembro. Salários de até R$ 7.869,09.

Ministério das Relações Exteriores Até 11 de dezembro será lançado edital com 60 vagas para oficial de chancelaria. Salários de até R$ 7,2 mil.

Por Jorge Gauthier / Correio
Facebook Comments