Data de Hoje
15 April 2021

CONDER abandona obra pela metade acumulando água de esgoto, moradores temem dengue

Uma obra da Conder para resolver um problema de esgotamento da Lagoa de Base, em Lauro de Freitas, começou há aproximadamente 6 meses, mas foi interditada por decisão da Justiça, com ações no MP, uma vez que se pretendia lançar os esgotos que chegam a Lagoa de Base via Rio Sapato passando por Vilas do Atlântico, até desaguar a imundície em Buraquinho.

O destino natural desse esgotamento, desde que fosse realizada uma estação de tratamento dos esgotos na Lagoa de Base e que os moradores dessa comunidade interligassem suas residências seria o Rio Ipitanga, seguindo-se para o mar. A obra, no entanto, com alvará concedido pela Prefeitura, começou via Rio Sapato, sem estação do tratamento dos esgotos, ou seja, o Rio Sapato, que já é poluído se transformaria num “pinicão”

O resultado é que a obra está paralisada e na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das principais do balneário paralela à beira mar, e a Conder deixou por lá pequenas lagoas – paralelas ao rio que se transformaram em focos de mosquitos. A população teme a dengue e pede que a Conder resolva o impasse sobre a obra, drene a imundície. A Prefeitura poderia multar a Conder ou solicitar que pelo menos fechem esses buracos fétidos.

Fonte:  Tasso Franco-Bahia Já
Facebook Comments