Data de Hoje
28 July 2021
Deputados Marcell Moraes (PV), Eduardo Salles (PP) e Targino Machado (PPS)

Confusão na Assembleia Legislativa da Bahia pode parar no Conselho de Ética da Casa

Após a confusão na sessão plenária desta quarta-feira (3) na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) entre os deputados Marcell Moraes (PV) e Eduardo Salles (PP), o caso pode parar no Conselho de Ética da Casa. Tanto Marcell quanto Targino Machado (PPS) – que também se envolveu na briga – afirmaram que irão entrar com uma representação no conselho, alegando quebra de decoro parlamentar do deputado Salles.

“Vamos colocar ele na ‘comissão’ de ética para perder o mandato. Falta de decoro parlamentar”, disse Marcell.

Para Targino, o caso não pode passar despercebido. “Salles partiu para cima de Marcell, é covardia. Essa esculhambação aconteceu no meio do plenário. Isso não pode acontecer. Eduardo é esquentado mesmo, mas que ele seja na casa dele, não aqui. Isso é quebra de decoro”, apontou.

Ao ser questionado sobre o assunto, Salles afirmou que está tranquilo e que é um direito dos deputados entrarem com a representação. “Ele entra e eu vou me defender tranquilamente. Não tem problema”, pontuou. O parlamentar ressaltou ainda que é assíduo nas comissões e sessões plenárias. “Sou presidente da Frente Parlamentar, presidente de Comissão. Sou um deputado presente. Tive 88% de presença ano passado”, disse se justificando, já que a confusão começou após os parlamentares o provocarem por conta do atraso na sessão plenária.

Salles negou ainda que houve trocas de soco. “Folclore da turma, foi uma discussão áspera”, afirmou.

Por Tamirys Machado e Juliana Nobre / BNews
Facebook Comments