Data de Hoje
29 July 2021

Coritiba amplia crise no Vitória, que perde a segunda seguida na Fonte Nova

Fechando o sábado de futebol pela Série A do Campeonato Brasileiro, o Coritiba bateu o Vitória por 1 a 0, em plena Arena Fonte Nova, em Salvador. Com o resultado, o time baiano, que havia sido derrotado em casa pelo Corinthians na última rodada, segue sem vencer na competição, com um ponto, na 17ª colocação. Já o Coritiba, com seis pontos, assumiu a segunda posição.

O gol do jogo saiu apenas na segunda etapa, mas foi bonito. Após triangulação no ataque, Tiago Real serviu Rildo que, de letra, empurrou para o fundo da rede.

Na próxima rodada, o Vitória enfrenta o Fluminense, sábado, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Já o Coritiba encara o rival Atlético Paranaense, no mesmo dia, no Couto Pereira

A partida começou disputada, mas com as ações acontecia no meio-campo, com muita marcação pelos dois lados. Aos sete minutos, Henrique Almeida achou espaço para fazer o cruzamento e Geferson apareceu para afastar. Aos oito minutos, Tomas Bastos cobrou falta, Alan Santos desviou no caminho e a bola passou a esquerda da meta.

O Vitória mantinha a bola mais tempo nos pés, mas não conseguia penetrar na defesa coxa-branca. Aos 15 minutos, Paulinho tentou o arremate de longe, sem direção. Lançamento em profundidade para Kieza, aos 21 minutos, mas a bola correu mais do que o atacante. O ataque alviverde também não se entendia, como aos 24 minutos, em toque de Henrique Almeida que Kléber não pegou.

Wilson trabalhou a penas aos 28 minutos, com chute de longe de Cleiton Xavier. A resposta do Coritiba veio com Henrique Almeida, aos 32 minutos, tirando a marcação e carimbando a trave do Leão. Na sequência, William Matheus fez o cruzamento e Henrique Almeida estou para grande defesa de Fernando Miguel.

Depois do intervalo, o Coritiba voltou com Jonas no lugar de Tomas Bastos. Aos três minutos, David tentou a primeira finalização, mas a bola saiu fraca, nas mãos de Wilson. Lance raro aos sete minutos. Alan Costa tentou proteger a bola e recuo para Fernando Miguel, que segurou a bola. Na cobrança, com a barreira quase em cima da linha de gol, Henrique Almeida soltou o pé e Paulinho salvou. Na volta, Fernando Miguel apareceu para defender e levar a torcida à loucura.

O Vitória também teve uma boa chance, aos 14 minutos, depois de cochilo do sistema defensivo que deixou Kieza finalizar, com perigo. O Coritiba apostava nos contra-ataque, mas errava muito na hora do último passe. Mais uma tentativa de Kieza, aos 19 minutos, por cobertura, alta demais.

Os dois treinadores mexeram bastante nas equipes tentando buscar alguma coisa na reta final da partida. Aos 26 minutos, David pegou sobra de bola e chutou cruzado, com perigo. Até que, aos 27 minutos, Rildo, que entrou no segundo tempo, aproveitou cruzamento de Tiago Real, e de letra, abriu o placar. A torcida baiana não perdoou e começou a xingar jogadores, técnico e dirigentes. A pressão só deixava o Vitoria mais nervoso, sem acertar as jogadas. Aos 40 minutos, Pisculichi cobrou falta fechada e a zaga coxa-branca afastou. Recuado, o Coritiba segurou o grande resultado fora de casa.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 0 X 1 CORITIBA

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 27 de maio de 2017, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Goncalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: Rogerio Pablos Zanardo (SP) e Herman Brumel Vani (SP)
Cartões amarelos : Paulinho, Fred e Ulian Correia (Vitória); Tomas Bastos, Jonas e Tiago Real (Coritiba)
GOL: CORITIBA: Rildo, aos 27 minutos do segundo tempo

VITÓRIA: Fernando Miguel; Leandro Salino, Fred, Alan Costa e Geferson; Willian Farias, Uillian Correia e Cleiton Xavier (Pisculichi); Paulinho (Pineda), David e Kieza.
Técnico: Dejan Petkovic

CORITIBA: Wilson; Dodô, Márcio, Werley e William Matheus; Alan Santos (Tiago Real), Matheus Galdezani e Tomas Bastos (Jonas); Neto Berola (Rildo), Henrique Almeida e Kleber
Técnico: Pachequinho

 

 

https://www.youtube.com/watch?v=fpjOhmBSxSs

Facebook Comments